terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O TIC TAC ACENTUADO DO SILÊNCIO

o tic tac acentuado do silêncio
aumenta o vazio das horas
o tempo marcado
quebra minha alegria

o tic tac acentuado do silêncio
diz que há vida
mas não precisa se vive
falta chuva no jardim
falta sol que queime a vista

o que agora vejo aqui vazio
não é um espaço vago

o tic tac acentuado do silêncio
não me deixa descansar
ofegante, pulso forte
me falta pausar o pensamento

o tic tac acentuado do silêncio
quer quereres sem ter fim
mas o vento revolto do mar
trouxe uma tempestade apaixonada
que me deixou náufrago de ti

o que agora vejo aqui vazio
não é um espaço vago.

o tic tac acentuado do silêncio
deixou o tempo marcado
onde a dor em alto grau
vendo trazendo liberdade
e este espaço vago.
este espaço, não estava vazio.

JR.

Um comentário:

  1. excelente! ''o que agora vejo aqui vazio
    não é um espaço vago.''
    adorei!

    ResponderExcluir